16 projetos culturais são aprovados para financiamento do FAC Notícias
Comissão de Seleção e Avaliação

Mais 16 projetos culturais serão financiados através do Fundo de Apoio à Cultura (FAC). Este é o resultado do segundo edital liberado para artistas de Piracicaba, que contempla as áreas de artes visuais, audiovisuais, literatura, cultura popular e memória cultural, proteção e promoção das culturas negras e promoção das manifestações culturais com temática LGBT. As ações deverão ser executadas entre os meses de julho e dezembro.

Serão liberados R$ 1.500,00 para cada projeto aprovado pela Comissão de Avaliação e Seleção formada por Carmen Maria da Silva Fernandez Pilotto, Jhullia Vieira de Matos, Lauro Jerônimo Annichino Pinotti, Márcia Maria Antonio, Marcus Vinícius Mendes da Silveira e Sara Rodrigues Pinotti.

Os projetos selecionados no segmento de artes visuais foram: Cardume, de Mariana Defendi e Imagens Oníricas – Dança e Anatomia em Poesia, de Giulia Memea Zen. Em audiovisuais, Diálogos Possíveis – Encontros Poéticos à Distância, da Ambio Assessoria e Representação Ltda.

Em literatura foram selecionados o Piracartum 2, Homenagem a 15 cartunistas nos 47 anos do Salão de Humor de Piracicaba, de Adolpho Françoso Queiroz e Literatura em Plínio ou Literatura Maldita, de Raphael Taglialegna da Rocha Costa e Degredo e outras peças, de Denilson de Oliveira.

No segmento de cultura popular e memória cultural foram selecionados os projetos Memórias do Cordão: Mestre Ambrósio presente, da Keel Empreendimentos Artísticos Ltda.; ID Culturacicabana, de Nathalia Lopes da Silva; Oficinas de Imersão Cultural e RPG, de Marcelo Andrade Nascimento; Exposição 80 Anos de The Spirit de Will Eisner, da A Guilda Colecionáveis Ltda. ME e Um Olhar para os Ancestrais, de Conrado Augusto da Silva Silveira.

Proteção e promoção das culturas negras habilitou a Websérie: (Re)existência da Rota Afro em Piracicaba, de Julia Madeira; Branca Pele Negra, de Bruna Ribeiro André; Baina – Princesa Negra, de Roberta Paula Vigatto. Em promoção das manifestações culturais com temática LGBT; o projeto Fado Madrinho, de Giovani Bruno Magalhães Costa e Tarjas, de André Luis Martins.

Ao todo foram inscritos 22 projetos culturais. Desses, cinco inabilitados e um desclassificado. O Edital FAC 2 2020 foi lançado para pessoas físicas, jurídicas e MEI – Microempreendedor Individual.

Fundo de Apoio à Cultura – O FAC é um mecanismo de financiamento que visa fomentar, estimular e incentivar as atividades artístico-culturais. Seus recursos são provenientes da locação dos espaços de responsabilidade da SemacTur e podem se utilizados em benefício de ações e atividades vinculadas especificamente à cultura.

Tags: FACFundo de Apoio à Culturaprojeto

Voltar