Estação da Paulista Pontos Turísticos

História da Linha de Piracicaba e Estação da Paulista

Inicialmente surgiu com a idealização da linha ainda no século XIX, com a intenção de ligar a cidade de Limeira a Piracicaba, mas somente em 1916 começou a ser construída pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro. O ramal saia de Recanto, uma pequena estação próxima à cidade de Nova Odessa. Em 1917, a linha percorreu até Santa Bárbara d’Oeste e estacionou em 1922 até se prolongar à estação terminal de Piracicaba Paulista ano em que a Estação da Paulista foi inaugurada, depois de vinte anos de espera e promessas da construção do ramal pela Companhia Paulista. Na época o terreno foi doado por João Baptista da Rocha Conceição (médico e ex-vereador eleito em 1882).

Aberta em 30 de julho de 1922, a Estação de Piracicaba Paulista recebeu esse nome para diferenciá-la da Estação Sorocabana, situada a dois quilômetros dali, no centro da cidade. As linhas da Paulista e da Sorocabana não se encontravam, apenas de cruzavam, um pouco antes de chegar à nova estação.

Em 1992, houve a idéia do prolongamento até a cidade de Bauru, porém não passou do papel e foi abandonada em 1925, por causa das serras que dificultaram a construção da mesma. Já no ano de 1969, a ligação de Piracicaba e Torrinha teve o mesmo resultado: não aconteceu.

Exatamente no dia 20 de fevereiro de 1977, o tráfego de passageiros foi cortado. No entanto, a Estação ainda se manteve aberta até cerca de 1990. Logo após, também houve a supressão quase total dos cargueiros e, então, a Estação acabou fechando permanentemente juntamente com a linha.

Atualmente, na antiga Estação da Paulista, se encontra o Centro Cultural Estação da Paulista Antonio Pacheco Ferraz, a Estação Idoso “José Nassif” — serviço da Semdes (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social) em parceira com a Associação Franciscana de Assistência Social Madre Cecília (AFASMAC), que oferece atividades físicas, de artesanato, culturais e de lazer para toda a população acima de 60 anos. As atividades físicas são ministradas em parceria com a Selam (Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Atividades Motoras).

Além disso, também há o Armazém Maria Dirce de Almeida Camargo, que pertence à SemacTur (Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo), onde abriga o programa Movimentação Cultural —  projeto que oferece oficinas gratuitas de dança de salão, ritmos, jazz, balé, danças urbanas, flauta, teclado, violão, artesanato, crochê, pintura em tecido e teatro. O Polo Piracicaba do Projeto Guri também se localiza no armazém, no qual crianças e adolescentes podem ter contato com a música, por meio de aulas de coro e de instrumentos musicais. (Fonte: Estações Ferroviárias do Brasil).

(Fotos: Fábio Gerônimo e Helder Prado)

Endereço
Av. Dr. Paulo de Moraes, 1540 – Paulista
Telefone
(19) 3402-7373
Horário de Funcionamento
Fechado (prevenção ao COVID-19)

Galeria de Imagens

Voltar