Pontos MIS exibe o clássico Nanook, o esquimó, neste sábado Notícias

Nanook, o esquimó será exibido amanhã, 13/6, às 16h pelo Pontos MIS, programa de difusão cultural do MIS (Museu da Imagem e do Som). Esta edição celebra os 98 anos do clássico documentário dirigido por Robert Flaherty. O filme será exibido gratuitamente, mediante inscrição prévia por meio do link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfxLu2QUgagFP9mBO9i7UYCtlFlHMH4lbVoLZrNObxI39rS6w/closedform. A sessão será seguida por bate-papo ao vivo no canal do MIS no YouTube, às 18h, com o professor e crítico de cinema Cássio Starling e com a documentarista Daniela Gonçalves.

No primeiro documentário de longa-metragem produzido no mundo, o diretor Robert Flaherty registra a vida e as relações dos inuit, indígenas esquimós, por meio de Nanook e sua família. A preocupação do filme é enfatizar os costumes tradicionais dos esquimós de Port Huron, perto da Baía de Hudson, no Canadá. Robert Flaherty introduziu inovações cinematográficas e um olhar sob as culturas tradicionais que influenciou de maneira decisiva o gênero documentário de caráter antropológico, abrindo espaço para refletir sobre ficção/realidade, encenação, entre outros temas.

Confira abaixo outras programações desta semana do #MISemCASA. Com exceção do podcast, veiculado no perfil do MIS no Spotify, toda a programação é transmitida pelo canal do Museu no YouTube.

12.06 | Sexta-feira | 20h | Musicais no cinema – Claudia Raia

Para a exposição Musicais no cinema, que ficou em cartaz no MIS entre novembro de 2019 e fevereiro de 2020, foram registrados depoimentos inéditos de grandes nomes do cinema brasileiro. Este episódio da websérie derivada da exposição traz o depoimento de Claudia Raia. A atriz fala sobre o início de sua carreira, os primeiros passos na dança na escola de música e dança criada pela mãe na cidade de Campinas, e quando, pela primeira vez, viu um musical na Broadway e sentiu que ali tinha a referência do que faria na vida. Claudia fala sobre seus trabalhos na TV, sua amizade com Silvio de Abreu e o trabalho pioneiro no Teatro Musical no Brasil.

14.06 | Domingo | 17h | Lendo imagens – Sylvia Sanchez

O MIS inicia uma nova programação dentro do campo da fotografia, uma das maiores frentes do Museu: o Lendo imagens. Quinzenalmente, o projeto apresenta um diálogo direto entre artistas e público, partindo das fotos de Acervo MIS. No novo projeto, que tem como objetivo divulgar as obras e também valorizar os artistas contemporâneos, o MIS convida artistas a escolherem uma imagem do Acervo, para compartilhar uma leitura com o público. O primeiro vídeo traz a artista visual Sylvia Sanchez, selecionada pelo programa Nova Fotografia no MIS 2019, que lê uma imagem de Camila Picolo, fotógrafa participante do Nova Fotografia 2016. Na foto em questão, Ondas, a ideia do acaso cotidiano está presente, tema em comum entre as duas artistas, com a diferença que Sylvia trabalha com foto construída, e Camila, com o acaso em si.

Sobre o #MISemCASA

A campanha #MISemCASA traz novos conteúdos em diferentes formatos em todas as

plataformas digitais do MIS. Diariamente, o canal do Museu no YouTube apresenta conteúdos de seu acervo, além de programações que já aconteciam no Museu e agora passam a ser realizadas digitalmente, como o #CineCiência e o Ciclo de Cinema e Psicanálise. O público também pode conferir novas programações como o Cinema de Acervo, mostra semanal inédita com uma seleção de filmes brasileiros que integram o Acervo do MIS e o Bate-papo de Cinema Pontos MIS. Os internautas também podem acessar parte do Acervo MIS que está digitalizado por meio deste link. No Acervo online, os visitantes encontram informações sobre os itens que compõem os acervos museológico e bibliográfico do MIS e, em alguns casos, têm amplo acesso ao conteúdo das coleções de fotografia, áudio e vídeo.

O #MISemCASA acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, criada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado no dia 18 de março, após a suspensão do funcionamento de seus espaços culturais e programas em decorrência da Covid-19. A ação tem como objetivo estimular o distanciamento social por meio da ampliação do acesso e da oferta de conteúdos virtuais das instituições, corpos artísticos e programas do Estado. Conheça a ação #Culturaemcasa: cultura.sp.gov.br/culturaemcasa/.

Sobre o Pontos MIS

O Pontos MIS é um programa de formação e difusão cultural com atuação em todo o Estado de São Paulo, realizado pelo MIS em parceria com prefeituras locais. Com filmes, oficinas práticas e palestras, o programa tem como objetivo formar novos públicos para o cinema brasileiro e internacional não comercial. Durante a contenção da Covid-19, a programação acontece virtualmente nos canais do MIS.

MIS 50 anos

Para celebrar os 50 anos do MIS, comemorados em 2020, o Museu lançou uma ação digital que busca promover o compartilhamento de histórias entre o público e o Museu. Até o dia 10 de junho, o público pode enviar vídeos com seus relatos pessoais. Ao final, uma página do MIS 50 anos trará os depoimentos que celebram esta história. Participe acessando https://mis-sp.org.br/50anos

Tags: clássicodocumentarioFilmeMISemcasaNanookPontos MIS

Voltar